Os Benefícios de Um Grupo de Escrita

com 2 Comentários

Já citamos algumas vezes que é uma boa ideia ter um grupo de escrita.

 

Mas o que exatamente significa isso?

 

Você se reúne com mais alguns escritores e cada um faz uma leitura crítica do trabalho dos outros. Essa é a essência.

 

Talvez você conheça mais alguém que escreve, talvez não. Mas a internet está aí para facilitar as coisas. Você pode conhecer mais alguns interessados em fóruns sobre escrita, grupos no facebook ou até mesmo aqui no blog… 😉

 

É certo que fóruns e grupos no facebook são interessantes por si só. Contudo, ter algumas pessoas fixas com quem você pode trocar ideias e textos é ainda mais.

 

E o grupo nem precisa ser muito grande. A bem da verdade, no início éramos só eu, o Thiago e as 10 mil palavras semanais de cada…

 

E manter as reuniões consistentes nos provou ter algumas vantagens…

 

1. Você Recebe Críticas (e aprende a ouvi-las)


Essa é a consequência mais direta. O seu primeiro rascunho não vai estar pronto e é bem provável que alguns erros tenham lhe passado despercebido. Alguns nos detalhes, outros mais grossos. Alguns semânticos e outras falhas no roteiro…

 

Tudo bem. É por isso que você precisa estar aberto às críticas. Achar que você escreveu o próximo Harry Potter e ignorá-las não é uma atitude muito profissional… Falando assim pode parecer óbvio, mas já vi leitores críticos e editores reclamando da postura de escritores iniciantes quando têm seus textos avaliados.

 

Escrever um mal primeiro rascunho não te faz um escritor ruim; apenas te faz ser humano. Por outro lado, fechar os ouvidos para as críticas é o jeito mais fácil de podar o seu potencial.

 

Daí a principal vantagem de um grupo de escrita. Seus companheiros serão seus leitores beta. E você irá aprender a ouvir o que eles têm a dizer. E irá perceber o quão fundamental eles são para a descoberta dos pontos fortes e fracos de sua história.

 

Pode ser que aquela sequência de capítulos que você acha marcante não tenha conseguido expressar tudo o que desejava. Ou talvez aquele personagem secundário sem importância foi descrito com tanta irreverência que acabou conquistando um lugar no coração dos leitores.

 

Essas informações você só consegue ao ouvi-los. E nada melhor do que ter um grupo de leitores não só comprometido a ajudá-lo, mas que entende exatamente o que você passa como escritor.

 

2. Você Troca Experiências


Os outros membros compartilham de muitos dos desafios que você também está enfrentando. Afinal, todos possuem ao menos um objetivo em comum: tornar-se um escritor melhor.

 

É incrível como, por mais que você já tenha lido livros de roteiros e frequentado cursos de escrita criativa, sempre terá algo a aprender com os outros integrantes.

 

Mas a troca de experiência vai muito além de técnicas de roteiro: inevitavelmente vão acabar conversando sobre práticas de produtividade e rotina, ideias para publicação, fontes de informações relevantes (livros, blogs e podcasts)…

 

3. Você Fica Mais Motivado


Estar imerso com outras pessoas que buscam as mesmas coisas que você é uma dose extra de motivação. Não é à toa que os grupos de masterminds estão tão em alta. E um grupo de escrita possui muito das características de um.

 

Primeiro, você vê que os outros estão trabalhando ativamente em seus textos e não vai querer ficar para trás.

 

Segundo, você se comprometeu a entregar x palavras a cada y dias. Se você não tiver um material na reserva, precisa começar a produzir… 😛

 

Muitas vezes as conversas durante uma reunião vão fazer você sentir os dedos coçando para caírem logo no teclado.

 

4. Você Desenvolve a Leitura Crítica


Ao mesmo tempo em que você recebe críticas, também precisa fazê-las. E essa é uma excelente oportunidade para desenvolver o seu olhar crítico em cima de um texto e a sua capacidade de formulá-las.

 

Dizer que não gostou de determinada passagem sem uma justificativa, não é muito interessante, não é? Assim você não vai oferecer muita ajuda.

 

Pergunte-se por que exatamente você não gostou. Foi o diálogo que soou muito superficial? A escolha do personagem que não pareceu congruente?

 

Você vai perceber que estará aplicando muito mais o seu conhecimento de roteiro como leitor crítico do que como escritor.

 

E, principalmente, vai perceber que é muito mais fácil enxergar algum problema técnico no texto dos outros do que nos seus. Mas é bem provável que quando essa percepção aparecer, você se lembre de um trecho em sua história no qual você fez exatamente a mesma coisa…

 

E esse ganho de percepção vai lhe conferir um amadurecimento gigantesco.

 

5. Você Se Diverte


Se você está aqui é porque gosta de escrever. Então tratar de escrita já deve ser divertido por definição. Daí você reúne outras pessoas que concordam com isso. Diversão multiplicada. 😉

 

Por maior que seja a seriedade do grupo (e ela deve ser alta para aumentar o engajamento e o comprometimento de todos), não tem como deixar a diversão de lado. Até porque uma coisa não precisa anular a outra.

 

Conclusão


Certo, um grupo de escrita contribui muito para o seu desenvolvimento como escritor.

 

Pode ser que você ainda esteja começando e está inseguro em mostrar o que escreve para alguém. Mas pode ter certeza que os benefícios valem a pena. Você logo vai sentir a mudança positiva que é deixar de escrever apenas para a sua gaveta e passar a ter companheiros fiéis com quem compartilhar os seus textos.

 

O maior problema pode ser encontrar o seu grupo. Mas, para começar, uma dupla já é um bom tamanho.

 

E aí, você gostaria de fazer parte de um?

Seguir Kaio Gabriel:

Natural de Floripa, curioso pelos mistérios da natureza e da vida por ela guardada, amante de histórias com graduação em engenharia mecânica, rabiscador de versos calculista. Desenha com mais vontade do que habilidade, faz trilhas esporadicamente, curte um bom rock clássico e toca violão para as paredes. Adepto ao minimalismo ainda com tralhas a serem jogadas fora na próxima mudança. Jogador de RPG de mesa quando possível, mas se contenta sendo o narrador. Aos fins de semana, também gosta de levantar debates filosóficos sofistas. Blog Pessoal

  • Gabriel Oliveira

    Olá.
    Cara, eu sei que é essencial um grupo de escrita, vontade não falta para participar de um. Mas há uma diferença gigantesca para escritores de primeira viagem?
    Ainda não me sinto confortável com a ideia de expor meus textos, ainda não. Então não consigo imaginar meus rascunhos sendo avaliados por alguém, por mais próximo que seja a pessoa.
    Valeu pelo artigo.

    • Kaio Gabriel Joner

      Oi, Gabriel!
      Escritores de primeira viagem são os que mais têm a ganhar com um grupo de escrita. Eu entendo esse desconforto em mostrar seus textos, mas experimenta! Mesmo que não seja para um grupo de escritores, escolhe um amigo que curte o seu gênero e pede uma opinião sincera. Conversem a respeito dos pontos fortes e fracos, sempre de mente aberta. 😉
      E obrigado pelo comentário. o/
      Abraço!