28 Writing Prompts / Propostas de Escrita para Exercitar sua Criatividade

com Nenhum comentário

Caso você tenha caído aqui de paraquedas, melhor começar dizendo que writing prompts são frases curtas que descrevem uma situação, porém a deixam em aberto para que você a desenvolva.

 

Ou seja, são ótimos exercícios para a criatividade e não foi por menos que eu as citei no artigo sobre o Bloqueio de escritor.

 

Lá eu também comentei que a maioria das fontes trazem exemplos em inglês, tal qual o nome sugere. Uma busca por “propostas de escrita” ou “writing prompts em português” traz um resultado bem reduzido.

 

Assim, a intenção desse artigo é trazer mais um pouco de material em português.

 

Narrativas


Aqui vão algumas, traduzidas dos sites indicados no artigo passado. Procurei trazer cenários diversos para agradar cada gênero.

 

Algumas do Reddit:

 

Você sempre acorda no mesmo dia. Depois do que já deveria ter sido um ano, você finalmente conta para alguém. Os olhos da pessoa se alargam. “Você também?”

 

Dois homens estão jogando xadrez. Um é capaz de ler mentes, o outro pode prever o futuro.

 

Você é um assassino de aluguel que vive uma vida dupla. Tem um telefone para o trabalho e um para a família. Um dia sua mãe liga para o do trabalho.

 

É 2017 e você percebeu que a internet e todas as mídias estão sendo manipuladas por uma inteligência artificial senciente, que está fazendo a humanidade mais burra com um propósito. Hoje a internet descobriu que você sabe.

 

Depois que o fogo se extinguiu e todo mundo se foi, algo na incandescência do carvão me atraiu.

 

Você encontra um bilhete no seu café da manhã; um dos guardas sabe que você é inocente e vai ajudar em sua fuga. Mas você não é inocente.

 

O ano é 3000 e a Civilização Galáctica tombou. Reis governam vastos reinos. Guerreiros entram em batalhas montados em cavalos. Mas as naves ainda funcionam; elas foram feitas para durar…

 

Algumas do Writer’s Digest:

 

Uma tempestade feroz se aproxima da sua cidade: ventos a 100 km/h, granizo e a coisa toda. Mas você é um carteiro e trabalha independente do clima. Enquanto caminha pela tempestade, um galho se parte e golpeia sua cabeça, deixando-o inconsciente. Você acorda e começa a alucinar. O que você vê?

 

Eu nunca havia visto aquilo ser usado como uma arma antes, mas quando ele tentou me atacar com aquilo, não pude fazer nada a não ser rir. Eu não iria deixá-lo tirar o tesouro de mim; eu precisava dele para salvar uma vida. O que foi usado como arma? O que acontece em seguida?

 

Após um longo dia de trabalho, você volta para casa. Encontra a porta da frente escancarada, todas as luzes ligadas e uma espada fincada no telhado. O resto de sua casa parece normal, mas você também percebe vários buracos escavados no jardim dos fundos. O que está acontecendo?

 

Você estava limpando a casa quando percebeu o ar sendo sugado em direção ao rodapé, próximo ao armário. Perplexo, aproximou-se para investigar. O ar estava entrando lentamente por ali. Então, trancou a respiração e, cautelosamente, descascou o papel de parede até uma enorme porta de ferro fundido aparecer à sua frente.

 

Você finalmente decidiu que é hora de terminar o seu relacionamento. Já não sente aquela conexão há tempo e sabe que é hora de seguir em frente. Então vai até a casa do seu par e, depois de explicar a situação, sente-se aliviado. Ou assim parecia até que ele/ela lhe lembra de que hoje é dia dos namorados e mostra o presente que comprou. Era justamente o que você mais queria.

 

Você e dois amigos estão trabalhando em uma casa mal-assombrada. Vocês estão fantasiados de criaturas assustadoras. Na primeira noite, centenas passam pelo lugar. Você segue dando susto após de susto. Quando pula para assustar uma das pessoas, você a ouve gritando e caindo no chão. Você pede para ligarem as luzes, apenas para encontrar a pessoa morta, decapitada. O que aconteceu?

 

Você recebe um convite requisitando sua presença para um “concerto de Cadáver”, mas não tem ideia do que isso significa ou de quem enviou o convite. Só que, sendo um agente funerário, você fica intrigado. Portanto, aparece no lugar indicado na hora indicada. O que você encontra?

 

Reflexivas


Algumas propostas não remetem a uma história fictícia, mas a uma reflexão profunda a respeito de você mesmo. É bem provável que já tenha visto algo assim, talvez até mesmo tentado.

 

Você está de mudança e, ao empacotar suas coisas, encontra um objeto já esquecido. Ele lhe traz uma memória bem quista. Que memória é essa e por que ela é importante?

 

Se você pudesse dar um único conselho ao seu eu de dez anos atrás, que conselho seria esse?

 

Se você pudesse jantar com qualquer pessoa, viva ou morta, conhecida ou não, com quem jantaria? Sobre o que falariam?

 

Descreva alguém que seja exatamente o oposto de você.

 

Se você estivesse em uma ilha deserta e pudesse escolher três livros para ter consigo, que livros escolheria? Por quê?

 

Escreva uma lista de perguntas para as quais você precisa urgentemente de resposta.

 

Escreva uma carta de agradecimento a alguém.

 

Exercícios Específicos


Outras propostas desafiam diretamente alguma de suas habilidades na escrita e, principalmente, o seu estilo.

 

Escreva uma história sobre um cavaleiro que matou um dragão e salvou uma princesa. Concentre-se na forma de contar a história.

 

Conte um mesmo reencontro de dois grandes amigos através de cinco gêneros diferentes: mistério, romance, ação, terror e comédia.

 

Escreva cinco frases/parágrafos usando clichês diferentes. Depois reescreva-as, eliminando os clichês e encontrando uma maneira mais inteligente e criativa de transmitir seu significado.

 

Pegue alguma personagem de suas histórias e coloque-a no seu emprego (ou no de algum conhecido). Como as pessoas por lá reagiriam? Ela conseguiria substituir você (ou seu conhecido)?

 

Em uma terra distante, uma nova representante política emerge do nada. Um trabalhador se vê obrigado a matar seu único amigo. Uma padaria fica sem pães. Conecte os eventos.

 

Compare resolver equações com lutar boxe.

 

Descreva uma paisagem em um planeta distante, alguma que jamais poderia ocorrer na Terra, com suas próprias leis físicas.

 

Palavras Finais


 

É isso aí, o artigo de hoje foi um pouco mais curto e direto do que o normal… haha

 

Espero que tenha gostado das propostas e, principalmente, que algumas tenham conseguido lhe trazer inspiração.

 

Sentiu vontade de escrever? Então é hora de sair daqui e colocar as palavras pra fora… 😉

Seguir Kaio Gabriel:

Natural de Floripa, curioso pelos mistérios da natureza e da vida por ela guardada, amante de histórias com graduação em engenharia mecânica, rabiscador de versos calculista. Desenha com mais vontade do que habilidade, faz trilhas esporadicamente, curte um bom rock clássico e toca violão para as paredes. Adepto ao minimalismo ainda com tralhas a serem jogadas fora na próxima mudança. Jogador de RPG de mesa quando possível, mas se contenta sendo o narrador. Aos fins de semana, também gosta de levantar debates filosóficos sofistas. Blog Pessoal